Ir para o conteúdo principal
Postagem no blog

7 maneiras de impulsionar a inovação por meio da inclusão e diversidade

Inclusion and Diversity|Future of Work
N/A

Dezembro 10, 2020

A amplitude nos tipos de diversidade produz melhores soluções para os problemas mais complexos.

Embora muito sobre o coronavírus e seu impacto final na saúde, na sociedade e na economia permaneçam desconhecidos, uma coisa é certa: enfrentar essa crise global exige trabalho em equipe e soluções inovadoras.

Por meio do programa de desafio de inovação “Horizons” da Willis Towers Watson, descobrimos que as soluções para os problemas mais complexos vêm de uma vasta gama de fontes. E exigem um compromisso com a inclusão e a diversidade (I&D) para garantir que as diversas vozes sejam ouvidas, as ideias sejam consideradas e as premissas identificadas e testadas.

A inovação não acontece em um silo. Se os insumos são limitados, os resultados também serão. Para resolver problemas críticos, precisamos fomentar uma cultura inclusiva que incentive a diversidade de pensamento, garantindo visibilidade para ideias e inovação em escala global diante dos desafios. Isso é alcançado quando todos os empregados têm a chance de contribuir.

Uma das melhores coisas sobre o nosso desafio de inovação “Horizons” é que ouvimos ideias de colegas de todo o mundo, ampliando a nossa interação e troca de ideias de forma remota. É uma abordagem bottom-up (de baixo para cima) para a inovação, que foi particularmente bem-sucedida neste ano, incentivando a ampla participação de colaboradores de todos os níveis, gêneros, experiências, geografias e áreas de especialização. Os finalistas foram sete mulheres e seis homens, representando sete países: Brasil, China, Índia, Filipinas, Espanha, Reino Unido e EUA. Corretores, consultores, atuários e gerentes contribuíram com ideias que se tornarão soluções de mercado para desafios críticos ao redor do mundo.

Se você deseja aumentar a inovação em sua organização, aqui estão sete maneiras de criar um ambiente inclusivo onde a inovação pode prosperar:

  1. Incentive as pessoas inovadoras a trabalhar em equipes. Às vezes é mais difícil apresentar uma ideia sozinho, e é comum que profissionais mais jovens ou com menos tempo de empresa enfrentem barreiras ao expressar suas ideias sem o apoio de uma equipe. A segurança psicológica é essencial.
  2. Crie momentos para facilitar a colaboração e oferecer oportunidades de construir conexões entre diferentes áreas de negócios e regiões para uma maior polinização de perspectivas e ideias. Podem ser sessões virtuais de brainstorming de 90 minutos com uma combinação diversificada de colaboradores focados na identificação de problemas e na rápida formulação de soluções.
  3. Foque os convites para eventos de inovação nos recém-contratados e jovens talentos. Esses profissionais trazem uma nova perspectiva para a organização e podem apresentar algumas das melhores ideias. Eles não são prejudicados pela noção de "não fazemos as coisas dessa maneira por aqui", que pode afligir alguns funcionários de longa data. Na verdade, a maioria dos finalistas do desafio de inovação Horizons 2020 da Willis Towers Watson foi contratada nos últimos três anos.
  4. Permita que aqueles que derem sugestões possam comunicar suas ideias de forma anônima. Descobrimos que muitos colegas preferem enviar suas contribuições anonimamente quando existe essa opção. Em uma empresa global, o anonimato também pode ajudar a nivelar o campo de atuação que os costumes culturais locais poderiam restringir.
  5. Procure formar um grupo diversificado de “coachs” de ideias em cada região, que possam ajudar os colegas a articular suas ideias. Escrever uma proposta de ideia não é tarefa diária de todos e pode ser especialmente desafiador para colaboradores em início de carreira e que não falam inglês, por exemplo. Como vemos, idioma tem sido uma barreira de acesso cada vez mais flexibilizada por empresas engajadas em diversidade e inclusão. Um coach de ideias local pode ajudar os colegas a entender como deve ser uma proposta bem formulada.
  6. Crie um grupo igualmente diverso de revisores para avaliarem as ideias. Isso garante que os méritos e os pontos fracos sejam considerados por várias perspectivas na seleção da melhor ideia.
  7. Prepare o seu escritório para trabalhar com foco em diversidade. Os líderes podem entrar em contato com as equipes e incentivar a participação. Os colaboradores tendem a ser mais propensos a agir quando as mensagens vêm de líderes locais que atuam como defensores e patrocinadores.

Embora nem todos possam contribuir com uma ideia, existem outras maneiras de os colegas se envolverem. Uma delas é votando nas propostas apresentadas por outros. A votação dá voz aos colaboradores na decisão de quais ideias a empresa busca e gera engajamento no apoio às sugestões e à iniciativa dos colegas. Quando os empregados contribuem para a seleção de ideias a partir dos seus votos, eles têm a chance de expressar opiniões com base em suas experiências e necessidades dos clientes. Os resultados podem ser surpreendentes e fornecer aos líderes uma visão inesperada das prioridades em todo o mundo.

Vale a pena garantir que todos os empregados se sintam bem-vindos para contribuir com a inovação. Um maior engajamento leva a uma maior diversidade em nossa abordagem, além de soluções de negócios de maior qualidade para desafios globais como a COVID-19.

Related content tags, list of links Postagem no blog Inclusão e Diversidade Futuro do Trabalho

Soluções Relacionadas

Contact Us